• Joana Bicalho

A importância do planejamento de mídia

Atualizado: Mai 13

Compreenda as estratégias em mídia online e offline

Para a escolha da mídia, é fundamental pesquisar e saber qual o objetivo do cliente em questão.


O que é Planejamento de Mídia?

O Planejamento de Mídia é a técnica publicitária que determina quais plataformas serão utilizadas para determinada campanha, levando em consideração os objetivos da marca e as características do público a ser alcançado. Baseia-se no seguinte tripé: Objetivos - O que fazer? Estratégias - Como fazer? Táticas - O fazer


Portanto, para realizar o Planejamento de Mídia, devem ser analisados: a situação do produto no mercado, a atuação da concorrência, as características do público-alvo e os objetivos e estratégias de vendas e de propaganda.


É fundamental que o profissional de mídia avalie a situação de mercado e público do cliente para selecionar o meio que mais beneficiará sua campanha.



Por que fazer o Planejamento de Mídia?

O Planejamento de Mídia é essencial para definir as estratégias com o objetivo de atingir o consumidor ideal e ter maior controle no acompanhamento dos resultados obtidos. Por meio do planejamento, também é possível identificar as principais tendências do mercado, melhorar o posicionamento e a abrangência da marca e administrar o orçamento destinado às campanhas.



Um planejamento de mídia bem executado é a peça-chave para que uma campanha seja bem-sucedida



Como é realizado o Planejamento de Mídia?

Primeiramente, é necessário analisar as informações fornecidas pelo cliente no Briefing, como: perfil do público-alvo características do mercado, objetivos da campanha e desempenho de vendas do produto.


Depois, deve-se juntar essas informações com os dados de pesquisa de mídia, e, assim determinar o alcance (quantidade de pessoas do público-alvo que a veiculação deverá contemplar), a frequência (intensidade adequada) e a continuidade (período de veiculação).


Em seguida, definem-se os meios mais adequados para atingir os resultados pretendidos e recomenda-se como serão distribuídas a verba entre os veículos e inseridas as as peças publicitária. Todas essas informações são organizadas em um documento denominado Plano de Mídia, que deve ser apresentado e entregue ao cliente.

Quais indicadores utilizar para acompanhar as ações?

Os indicadores para acompanhar a implementação do planejamento de mídia dependerão de fatores como os objetivos da campanha, as características da mídia, o orçamento e o seu público. Entre os principais indicadores, destacam-se: alcance, frequência, Custo por Mil (CPM) e Custo por Ponto (CPP).


É recomendado substituir o Rádio e a TV pelo Marketing Digital e redes sociais?

Entre os diferentes meios de comunicação, naturalmente, alguns têm maior preferência da população. A internet surgiu e, com o desenvolvimento da tecnologia, avançou consideravelmente entre os favoritos.


Porém, a TV e o rádio não deixaram de ter impacto na sociedade. Dentro de diferentes contextos e necessidades, cada um desses meios supre as demandas do público.


Deve ser feita a análise de qual mídia compensa mais veicular alguma peça publicitária


O crescimento no consumo de outras mídias não diminuiu a importância e o papel dos veículos tradicionais


Para as empresas, considerando que alguns canais têm a característica de promover conteúdos em tempo real, como o rádio, televisão e internet, eles são ferramentas essenciais para potencializar suas vendas e fortalecer o relacionamento com seu público.


Levando em consideração o período atual que o mundo inteiro tem passado com a pandemia do Coronavirus, rádio e TV não seriam meios descartáveis, ao contrário do que muitos pensam. Pois como bem se sabe, o fato de que o mundo vive uma pandemia, e que no Brasil as coisas continuam muito complicadas, a ideia é que o público esteja mais em casa, o que organicamente leva a audiência televisiva a aumentar. Porém, quando se trata de meios digitais, as redes sociais continuam sendo aquelas que atingirão com mais êxito seu público alvo, levando em consideração dados como faixa etária, gênero e classe social.


Portanto, não podemos esquecer nenhum meio sem pesquisar e saber qual o objetivo do cliente em questão bem como a faixa etária e classe social do público-alvo.


Referências


TAMANAHA, Paulo. Planejamento de Mídia – Teoria e Experiência. Ed. Pearson. 2a Ed. 2011 NAKAMURA, Rodolfo. Como fazer um Planejamento de Mídia na Prática. Ed. Farol do Forte. 2a Ed. 2009 VERONEZZI, José Carlos. Mídia de A a Z. Edicon. 2a Ed.

69 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo