• Joana Bicalho

Gestão Estratégica da Comunicação

Atualizado: Abr 9



A importância da área da Comunicação nas organizações cresce na medida em que se descobrem as possibilidades, potencialidades e oportunidades dela advindas. A Gestão da Comunicação reverbera a Comunicação Estratégica: Missão, Visão, Valores e Objetivos Estratégicos organizacionais para o Posicionamento da Imagem. Além disso, ela conduz a Política de Comunicação, ajudando a enraizá-la.


Como o Gestor de Comunicação deve estruturar o departamento?


O Gestor de Comunicação deve interagir com o sistema estratégico organizacional e lidar com as táticas da comunicação.


Para isso, deve provocar sinergia entre a Unidade de Comunicação e as demais Unidades Organizacionais. O gestor da comunicação tem função tática. Ao estruturar a unidade de comunicação, deve prever a equipe levando em conta a frequente necessidade de uso dos diferentes tipos e áreas da comunicação: Relações Públicas, Publicidade e Propaganda, Assessoria de Imprensa e de Comunicação e, sobretudo em empresas privadas, Promoção de Vendas e Venda Pessoal. Ao estruturar o organograma, deve prever a existência do nível tático e do operacional.


Quer fazer um curso nesta área? Clique aqui!


Como pode, o Gestor de Comunicação, trabalhar de forma estratégica?


Ferramenta básica na gestão da comunicação é o plano de comunicação organizacional, que está intimamente ligado ao planejamento organizacional e ao plano de marketing da empresa. Por meio dele, é possível elaborar estratégias e definir os meios mais efetivos para alcançar os clientes desejados. Esse recurso é essencial para alcançar as metas e missão da organização, além de viabilizar a disseminação da imagem institucional e da cultura organizacional.


Deve-se, entretanto, estar atento:


Para qual ambiente o Planejamento de Comunicação deve ser realizado?


A gestão da comunicação que leva em conta a percepção do público interno, fornecedores, colaboradores e clientes a respeito da organização, ganha confiança e  preferência de marca, melhor desenvolve os produtos e serviços e amplia, assim, a capacidade de retenção e conquista de novos clientes.


Comunicação Organizacional é, assim,

"o processo da comunicação entre todos os agentes envolvidos com a organização",

seja esta uma empresa privada, pública, ou do terceiro setor.

O sucesso na Gestão da Comunicação Organizacional está na capacidade de fluência da Informação e da articulação do conhecimento entre as pessoas, para a produção de ideias e da Interação, baseada na cooperação que gera resultados para a empresa.


Quer fazer um curso nesta área? Clique aqui!


Mas quais são os importantes papéis do Gestor de Comunicação?


É necessário que o gestor:


Observe e compreenda os fluxos de comunicação formal e informal;

Entenda a cultura organizacional, bem como os valores e princípios norteadores em aderência;

Trabalhe em conjunto com as demais áreas da organização, no Planejamento, desenvolvimento, controle e avaliação dos resultados comunicacionais;

Busque engajar público interno com o posicionamento da marca junto à sociedade;

Elabore o Planejamento de Comunicação para posicionar a imagem da organização e alcançar os objetivos e metas estratégicas;

Transforme planos em ações controladas, assegurando respostas a partir da verba recebida no Departamento ou Unidade.



Portanto, toda a estrutura organizacional deve entender a importância da Comunicação. Esta deve estar institucionalizada em uma Política de Comunicação, que qualifica e formaliza a comunicação organizacional, orienta processos e procedimentos, estabelece prioridades, diretrizes, fluxos e responsabilidades, e reforça o entendimento de todos quanto ao caráter estratégico da comunicação.


Vale, entretanto, ressaltar que aprática da Comunicação Organizacional Integrada torna-se quase impossível se a empresa (privada, ou pública) não possui uma Política de Comunicação Organizacional.


Princípios básicos para a Gestão da Comunicação


As áreas de Comunicação e de Marketing exercem papel relevante para a manutenção e ampliação das empresas no mercado, ou mesmo para ampliar a aceitação e boa imagem da marca. 


São quatro frentes de trabalho da Comunicação Organizacional:


Comunicação Para a Atitude (Mercadológica) voltada ao Público Interno

Comunicação Para a Atitude (Mercadológica) voltada ao Público Externo

Comunicação Institucional voltada ao Público Interno

Comunicação Institucional voltada ao Público Externo



A Comunicação Estratégica Integrada utiliza a Comunicação com Propósito Institucional para mostrar, tanto para o público interno quanto externo, a Missão e os Valores da marca e da Comunicação para a Atitude. Seu objetivo é gerar expectativas e levar consumidores, cidadãos, usuários ou defensores a agirem em função da sugestão da marca.

Portanto, a Comunicação Integrada dá capilaridade à Comunicação Estratégica ao Planejar, Desenvolver, Controlar e Avaliar as ações em comunicação voltadas ao ambiente interno e externo com foco nos objetivos. O bom líder deve fazer fluir a Comunicação Interna e a Comunicação Externa, ora com propósito institucional, ora com propósito de gerar atitude. A decisão manter uma comunicação ativa, e não reativa, será ponto crítico de sucesso a esse profissional e Unidade.


Gostou do texto? Ajudou a melhor compreender o papel do gestor de comunicação?

Se sim curta ou comente abaixo este post e o faça chegar para mais pessoas.


Aproveite também para fazer o download gratuito do livro"Comunicação Estratégica e Integrada: A visão de 23 renomados autores em 5 países".


Quer fazer um curso nesta área? Clique aqui!

Precisa de uma consultoria especializada? Entre em contato!



Referência:

FÉLIX, Joana d'Arc Bicalho. O Fluir da Comunicação Estratégica: Integrada e em Ambiente online e offline. In: Comunicação Estratégica e Integrada: A visão de renomados autores de 5 países. Brasília: Rede Integrada, 2020.


Posts recentes

Ver tudo